A limpeza da sua loja pode ser mais eficiente. Saiba como!

 

A limpeza da sua loja pode ser mais eficiente. Saiba como!

Uma loja limpa sem dúvida vai repercutir positivamente nas suas vendas. O cliente vai se sentir bem dentro do seu estabelecimento e as chances dele permanecer mais tempo e retornar em outra oportunidade, são grandes. Porém, manter o ambiente sempre limpo não é uma tarefa muito fácil devido a circulação de pessoas. O ideal é se organizar e assim fazer a limpeza ser eficiente sempre.

Cronograma: O ideal é definir um cronograma de limpeza, qual setor passará pela limpeza, quem vai fazer o serviço e qual a frequência. Ainda é possível selecionar a limpeza em níveis, como a cada 15 dias uma limpeza mais pesada e pequenas manutenções diárias. Escolha horários em que o fluxo é menor, ou faça isso antes de abrir a loja ou após fechar.

Vitrines e vidros: Vitrines e vidros sujos ou embaçados imprimem uma péssima imagem. Como não é tão simples limpar com frequência, alguns equipamentos podem ajudar como limpadoras a vapor.

Envolvimento: Os funcionários precisam ser informados da importância do procedimento. E assim, ajudar a manter o ambiente em dia. Bastam pequenas atitudes como retirar o lixo da sua mesa ou balcão, trocar papel higiênico no banheiro, guardar objetos que não estão sendo usados, entre outros. Com a contribuição de todos, fica muito mais fácil manter o ambiente limpo.

Parte externa: A fachada do seu negócio também deve ganhar atenção. Uma fachada bem cuidada motiva o cliente a entrar no comércio. Se a área for muito grande utilize equipamentos do tipo industriais.

Pisos e carpetes: Especialmente na área externa, a sujeira pode acumular ainda mais. Na interna, carpetes ficam carregados de poeira. O mesmo pode acontecer com poltronas e sofás. Aspirador de pó ajuda muito, e no caso de empresas grandes, os industriais são eficientes. Pisos frios podem ser lavados com jatos de água.

Gostou das dicas? Certamente elas vão ajudar na organização da limpeza do seu estabelecimento comercial!

Leia também: Aprenda a organizar suas finanças pessoais.

Compartilhe

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn
Top